História do Redistritamento

OS PRIMEIROS TEMPOS

A primeira notícia de Rotary chegou ao Brasil por volta de 1916. Trouxe-a um cônsul americano, bacharel em Direito que aqui revalidou seu diploma tornando-se grande advogado no Rio de Janeiro : Richard Paul Monsen.

Além de Monsen, concorreu para a implantação do Rotary no Brasil um inglês radicado no Uruguai, Herbert P. Coates (que se assinava também Herberto Percival Coates) fundador do Rotary Club de Montevidéu, em 1918, o primeiro da América do Sul. Na América de língua espanhola, o primeiro clube foi fundado em Cuba.

O Rotary Club do Rio de Janeiro foi fundado em 1922, mas só foi admitido a 18 de fevereiro de 1923, sob o número 1.362, seguindo-se o de São Paulo (29 de fevereiro de 1924) do qual, basicamente se origina nosso Distrito.

Em 1922 havia 41 Distritos englobando somente os clubes do Estados Unidos, Canadá, México e Cuba. Não eram distritados os clubes existentes em outros países, como foram os do Rio de Janeiro e São Paulo. Esta situação permaneceu até 1927 quando foi criado o Distrito 63, abrangendo Argentina, Brasil, Uruguai e, posteriormente, o Paraguai.

O Brasil pleiteava um Distrito seu, e a primeira solicitação foi levada à Convenção de Cleveland (1925) por Frank Elton, do Rio e por Benedito Montenegro, de São Paulo. Não foi atendida então.

Somente com a realização da Conferência Sul-Americana dos Rotary Clubs, em Montevidéu, dos dias 17 a 20 de fevereiro de 1927, a importante reivindicação foi discutida com maior amplitude, contando com a presença de nove clubes de cinco países : Argentina ( R.C. de Buenos Aires, Córdoba, La Plata e Rosário), Brasil ( R.C. do Rio de Janeiro e São Paulo); Chile (R.C. de Santiago); Peru (R.C. de Lima) e Uruguai (R.C. de Montevidéu). O representante dos clubes brasileiros J. Shalders, propôs a criação de dois Distritos que fossem separados pelos Andes - um reunindo os clubes da Argentina, Brasil e do Uruguai; e outro, reunindo os clubes do Chile e Peru.

Essa sugestão foi aceita por Rotary International, dela surgindo a criação do Distrito 63, que inicialmente incluía os clubes brasileiros. Daí temos a sequência de redistritamentos  e reorganizações, até chegarmos aos nossos dias.

 

O DISTRITO 63

Durante dois anos fizemos parte do Distrito 63 tendo como Governadores:

1927-28 - Donato Cominara, de Montevidéu
1928-29 - Cupertino Del Campo, de Buenos Aires

 

O DISTRITO 72

Em 1930, durante a Conferência Distrital realizada em São Paulo ( 2 e 3 de maio ) foi criado o Distrito 72 englobando todos os estados brasileiros.

Contava inicialmente com apenas 12 clubes e seus Governadores foram:

1929-30 - Edmundo de Carvalho do R.C. de São Paulo
1930-31 - Miguel de A. Lisboa do R.C. do Rio de Janeiro
1931-32 - Samuel A.L. de Moura do R.C. de Santos
1932-33 - Carlos Buschman, do R.C. de de Petrópolis
1933-34 - Lauro Borba, do R.C. de Recife
1934-35 - José Carlos de M.Sarmento, do R.C. de Juiz de Fora
1935-36 - Armando do A.Pereira, do R.C. de São Paulo
1936-37 - Carlos Feijó da C. Ribeiro, do R.C. de Fortaleza
1937-38 - José Nascimento Brito, do R.C. do Rio de Janeiro
1938-39 - Luiz Dias Lins, do R.C. de Recife

 

O DISTRITO 28

A partir de 1 de julho de 1938, o Distrito 72 foi dividido em quatro setores que eram liderados por um único Governador que dispunha de três assistentes. Já em 1940 as secções foram transformadas em Distritos. São Paulo e a região de que participávamos passou a integrar o Distrito 28, que teve os seguintes Governadores:

1938-39 - Ismael de Souza, do R.C. de Santos
1939-40 - Nagib José de Barros, do R.C. de São Paulo
1940-41 - Mario C. Penteado, do R.C. de Campinas
1941-42 - Dario Ribeiro Filho, do R.C. de Santos
1942-43 - José Levy Sobrinho, do R.C. de Limeira
1943-44 - Jerson Mendonça, do R.C. de de Jau
1944-45 - Arnaldo E. de Figueiredo, do R.C. de Campo Grande
1945-46 - Eduardo Vaz, do R.C. de São Paulo
1946-47 - Carivaldo M. Doria, do R.C. de  Assis
1947-48 - Alceu M. pereira, do R.C. de Santos
1948-49 - Geraldo R. Loureiro, do R.C. de Itu

 

O DISTRITO 119

Em 1949, RI recenseou os Distritos mudando-lhes a numeração e nosso Distrito passou a ter o número 119. Foram seus Governadores:

1949-50 - Adalberto Bueno Neto, do R.C. de São Paulo
1950-51 - Ariovaldo Bueno Neto, do R.C. de Araçatuba
1951-52 - Herbert de A. Pereira, do R.C. de São Paulo
1952-53 - Luiz Melino, do R.C. de Santos
1953-54 - Nicolau Filizola, do R.C. de São Paulo
1954-55 - Domingos de Lucca, do R.C. de Americana
1955-56 - José Arouche de Toledo, do R.C. de Mogi das Cruzes

 

O DISTRITO 461

A partir de 1956-57, com novo redistritamento foi criado o Distrito 461, que teve os seguintes Governadores:

1956-57 - Victor Mayerá, do R.C. de Santo André
1957-58 - Gabriel Costa, do R.C. de Presidente Prudente
1958-59 - Afonso Vidal, do R.C. de  São Paulo
1959-60 - Múcio Gomes Pinto, do R.C. de São Paulo-Leste
1960-61 - Manuel G. Duran, do R.C. de São Caetano do Sul
1961-62 - Ernesto Reis Rodrigues, do R.C. de Sorocaba
1962-63 - Amilcar Mendes Gonçalves, do R.C. de Santos
1963-64 - João Passos, do R.C. de Botucatu
1964-65 - Francisco Garcia Bastos, do R.C. de São Paulo
1965-66 - Gastão Pinatel, do R.C. de São Paulo-Sul
1966-67 - Lauro Ribas Braga, do R.C. de São Paulo-Norte
1967-68 - Sebastião S. de Oliveira, do R.C. de Piracicaba
1968-69 - Maximiliano Ferber, do R.C. de São Paulo-Ipiranga

 

O DISTRITO 462

Com novo redistritamento foi criado o Distrito 462, que teve os seguintes Governadores:

1969-70 - Moacyr de Mello Sá, do R.C. de Ourinhos
1970-71 - José Ruy Ribeiro, do R.C. de Sorocaba
1971-72 - Antonio Finatti, do R.C. de Tietê
1972-73 - Célio de Figueiredo Silva, do R.C. de Itu
1973-74 - Nilmo José Sírio, do R.C. de Santo Anastácio
1974-75 - Mauro Gomes, do R.C. de Presidente Prudente-Sul
1975-76 - Rafael Orsi Filho, do R.C. de Tatuí
1976-77 - Sebastião Martins, do R.C. de Americana

No ano rotário de 1976-77 ocorre um novo redistritamento, passando os clubes da região da alta Sorocabana a integrar o novo Distrito 451, e tendo o Distrito 462 recebido os clubes de Agudos, Macatuba, e Lençóis Paulista. A partir desse ano tivemos os seguintes Governadores:

1977-78 - Antonio Wilson Rigolin, do R.C. de Salto
1978-79 - Francisco das Chagas Oliveira, do R.C. de São Roque
1979-80 - Luiz Garcia Duarte, do R.C. de Sorocaba
1980-81 - Raffaello Fantelli, do R.C. de Indaiatuba
1981-82 - Arthur Vieira Netto, do R.C. de Sorocaba-Leste
1982-83 - José E.P.Catalano, do R.C. de Santa Cruz do Rio Pardo
1983-84 - Luiz Zanfolim Neto, do R.C. de Avaré
1984-85 - Edmundo Gallego, do R.C. de Tatuí
1985-86 - Ernesto Paterniani, do R.C. de Piracicaba-Vila Rezende
1986-87 - João C.Guimarães, do R.C. de Itu-Convenção
1987-88 - Nelson Godoy, do R.C. de Lençóis Paulista
1988-89 - Rodolpho de Camargo, do R.C. de Piracicaba
1989-90 - José de Arruda Madureira, do R.C. de Sorocaba
1990-91 - Newton Colenci, do R.C. de Botucatu-Norte

 

O DISTRITO 4620

No ano rotário de 1991-92, Rotary International, por questões operacionais acrescentou um zero a direita de todos os Distritos, passando o nosso a ter o número 4620, mantido o mesmo território. Foram Governadores:

1991-92 - Jorge Narciso de Matos, R.C. de Sorocaba-Sul
1992-93 - Francisco de Souza Pacheco, do R.C. de Piracicaba
1993-94 - Heydmilson E.Barreto, do R.C. de Avaré-Jurumirim
1994-95 - Synemar G.S.Cervellini, do R.C. de Piracicaba-Vila Rezende
1995-96 - Francisco Guerrero Ruiz, do R.C. de Sorocaba-Vergueiro

 

O DISTRITO 4310

No ano rotário de 1996-97 através de novo redistritamento é criado o Distrito 4310 em área cedida pelo Distrito 4260 e ocupando o território ao norte da Rodovia Castelo Branco. Ex-Governadores, atual e eleito:

1996-97 - Minoru Sakate do R.C. de Botucatu-Norte
1997-97 - Foehd Salmen Hessain do R.C. de Agudos
1998-99 - Luiz E.G.Barrichelo do R.C. de Piracicaba-Cidade Alta
1999-2000 - Reynaldo Russo Ayres do R.C. de Porto Feliz
2000-01 – Roberto Sogayar do R.C. de Botucatu
2001-02 - James A.M. Landmann do R.C. de Indaiatuba
2002-03 - Eduardo Meira Coelho do R.C. de São Manuel
2003-04 - Henrique Barbin Neto do R.C. de Sumaré
2004-05 - Pedro Luiz Schmidt do R.C. de Piracicaba-Vila Rezende
2005-06 - Paulo César Gonçalves de Abreu, do R.C. de Lençóis Paulista
2006-07 - José Domingos Zanco, do R.C. de Americana-Integração
2007-08 - Pedro Albertini, do R.C. de Indaiatuba
2008-09 - Paulo Firmino de Oliveira, do R.C. de Botucatu
2009-10 - Emilio Carlos Cassano, do R.C. de Piracicaba-Povoador
2010-11 - Humberto de Lucena, do R.C. de Itu-Convenção
2011-12 - Marco Antonio Colenci do R.C. de Botucatu-Cuesta
2012-13 - Miguel A. Turra Marchand do R.C. de Americana-Integração
2013-14 - Wilson Takada Júnior do R.C. de Indaiatuba
2014-15 - Michiko Sakate do R.C. de Botucatu-Bons Ares
2015-16 - Luiz Henrique Furlando R.C. de Indaiatuba-Votura